quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Naça decide em casa a vaga contra o Papão pela Copa Verde nas quartas de finais


Nesta terça-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por meio de sua Diretoria de Competições, definiu os confrontos da segunda fase da Copa Verde 2015. Assim como na última temporada, Nacional e Princesa do Solimões terão pela frente times do Pará. Na partida de ida, o Leão da Vila enfrenta o Paysandu em Belém, enquanto o Princesa do Solimões encara o Remo na cidade de Manaus, provavelmente no estádio da Colina.
Os dois confrontos acontecem no dia 8 de março. Os jogos de volta serão realizados no dia 22. Dessa vez, os papéis se invertem. O Nacional decide sua classificação no estádio da Arena da Amazônia. A diretoria azulina, que festejou lucro após confronto com o Vilhena-RO, estima cerca de 20 mil pessoas no duelo contra os paraenses. Por sua vez, o Princesa do Solimões viaja até Belém para, quem sabe, chegar à terceira fase do torneio.

Histórico em 2014

No último ano, Nacional e Remo se enfrentaram na segunda fase da competição, assim como Princesa do Solimões e Paysandu. O Naça foi eliminado após dois empates: 1 a 1 em Belém e 2 a 2 em Manaus, no duelo que marcou a inauguração da Arena da Amazônia. Em contrapartida, a equipe de Manacapuru foi goleada por 6 a 1 no jogo de ida e também perdeu no Gilbertão, dessa vez por 2 a 1.

Confira os confrontos dos amazonenses na segunda fase da Copa Verde

Domingo, 8 de março
Paysandu x Nacional-AM
Princesa do Solimões x Remo

Domingo, 22 de março
Nacional-AM x Paysandu
Remo x Princesa do Solimões

1° SIMPOSIO ANATORG MANAUS 2015

Associação Nacional das Torcidas Organizadas

Em atendimento comissão nacional de segurança em espetáculos esportivos da secretaria nacional de futebol do ministério do esporte venho por meio desta convocar as lideranças das torcidas organizadas e todo o poder público local envolvido com a prática do futebol para um debate sobre  torcidas organizadas , medidas de  segurança e planejamentos,  diálogos de paz e aproximação das  organizações de futebol do estado com o cenário nacional. Ao fim do encontro sera produzido a Carta de Manaus com assinatura de todos que engajarem com esta iniciativa.
Segue o roteiro para o evento:
No dia 27 de Fevereiro de 2015 Sexta Feira
Local: Sala Vip Arena Amadeu Teixeira
Credenciamento das 12:30 as 13:30 hrs
As 14 hrs início
As 15:30 leitura da carta de Manaus
As 16:30 hrs encerramento
Ao final do simpósio a diretoria da ANATORG fará uma exposição de motivos a todos Presidentes de torcida organizada de forma reservada.
Contamos a presença de todos
Atenciosamente,
ANATORG MANAUS
Maiores informações :092- 981926718

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Naça empata com Vilhena-Ro e se classifica, torcida ficou na Bronca!

Naça joga seu primeiro jogo oficial em Manaus e fica no empate de 1x1 com Vilhena-RO, placar suficiente para passar para segunda fase da Copa verde e enfrentar o Paysandu.
Fininho comemora o gol de Lídio para o Naça
Quem foi para a Arena nesse domingo além de vê um jogo fraco tecnicamente, tomou muita chuva, São Pedro não aliviou e fez cair muita água em Manaus.Assim foi o jogo entre Nacional e Vilhena-RO debaixo de um dilúvio, mas o gramado suportou bem toda a partida.

O Jogo:

Aos oito minutos, o lateral-direito Henrique cobrou falta perto da área e a bola passou a barreira apenas para cair nas mãos do goleiro do Naça, Rodrigo Ramos.

 No instante seguinte, o volante Bruno Potiguar arriscou de longe uma finalização que nem ameaçou a meta do goleiro do VEC, Jamilton. A bola foi direta por cima do travessão. Visivelmente nervoso, o Leão ganhou mais confiança após Thiago Marin cobrar falta próximo da grande área e Lídio, de cabeça, abrir o placar, aos 15 minutos.
Jogadores agradecendo a torcida no final

Com o aumento da vantagem do Nacional, o Lobo do Cerrado começou a entrar em desespero e passou a chutar de fora da área na esperança da bola cair no fundo das redes do time anfitrião. Aos 19 minutos, o meia Vinícius soltou forte a bola que rebateu na lateral da trave para desânimo do Vilhena.

Bem nas bolas paradas, o Naça poderia ter ampliado a vitória parcial, aos 26 minutos. Novamente, em cobrança de falta perto da área, o meia Fininho cruzou em direção ao atacante Wanderley, que de cabeça faria o segundo gol. Mas o assistente Nilton Pereira da Silva (RR) marcou impedimento e o árbitro anulou.

Aos 38 minutos, Fininho tentou de longe e chutou para fora. O VEC tinha mais posse de bola e recuava mais os jogadores do Naça no campo de defesa. Em compensação, tecnicamente o time de Manaus demonstrava mais superioridade que o adversário e garantiu o placar a favor até o intervalo.

Sinomar não gosta nada do viu em campo
No segundo tempo, o Vilhena ainda tentava o gol do empate para manter a chance de uma virada e seguia com mais posse de bola. Apesar das constantes finalizações, o time rondoniense esbarrava nas próprias limitações para sorte do Nacional. Nas poucas vezes que foi para o contra-ataque, o Leão não conseguiu mirar no gol. Aos 19 minutos, o meia Felipe, que tinha acabado de substituir Thiago Marin avançou pelo meio-campo e passou a bola para o atacante Wanderley, que da esquerda procurou fazer uma tabela com o parceiro Hyantony, mas ficou na vontade.

O Naça abusava nas trocas de passes e sem ofensividade não chegava ao segundo gol. Melhor para o VEC que finalmente encontrou o caminho do gol, aos 34 minutos, com chute preciso do atacante Roallase, de fora de área, 1 a 1. O time da casa despertou com o risco de ser eliminado caso o Lobo do Cerrado marcasse mais um gol e saiu de todas as maneiras para o ataque sem sucesso. No final, o empate necessário foi assegurado e a vaga nas quartas de final confirmada.
Apesar da Classificação muitos torcedores não gostaram do time."Jogamos o tempo todo atrás, esperando o adversário, fizemos o gol e ficamos conformados, temos que melhorar muito ainda, esse time precisa jogar mais, essa foi a segunda partida oficial do time"-Jeferson Apaixonaça.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Bandeirão quase pronto!

Nação Nacionalina é com enorme satisfação que a Torcida Apaixonaça comunica que o sonho saiu do papel e vai tornando realidade.
O Bandeirão já está com 90% pronto, o Natan que é o fundador da Torcida e responsável direto por esse projeto afirma que existe uma chance muito grande da estreia ser no jogo da Copa Verde contra o Vilhena-ROno próximo domingo 22/02 na Arena da Amazônia.
"Esse sonho vai se tornar realidade, mostraremos para o Brasil que o Nacional é grande e sua torcida também, chegou a hora do Amazonas provar para o próprio amazonense que sabemos fazer futebol e que o Nacional é o maior clube do Amazonas",afirma Natan.
Não existe a confirmação oficial para a grande estréia do Bandeirão no domingo, mas uma coisa é certa, a Apaixonaça vai e quer provocar impacto, pois o Nacional é um clube que merece ter uma torcida Apaixonada como é.
Agora é o torcedor Nacionalino provar ser amor ao clube e comparecer na Arena da Amazônia e torcer para o "Mais Querido", pois vale vaga para próxima fase da Copa Verde.